Darwin na Escola

Projecto comemorativo do bicentenário do nascimento de Charles Darwin

Existem obras revolucionárias que mudam de forma permanente a relação do Homemna sociedade e com o Mundo. O trabalho de Charles Darwin (1809-1882) teve esse impacto, ultrapassando os limites da academia e influenciando profundamente todos os campos de acção humana.

Defendido e criticado com igual paixão, Darwin provocou uma revolução científica e social com a publicação, em 1859, do livro Sobre a Origem das Espécies através da Selecção Natural, que constituiu a base da ciência moderna.

Para comemorar os 200 anos do nascimento de Darwin, a Mapa das Ideias e a Cassefaz lançaram um projecto ambicioso de divulgação da sua obra, destinado a alunos do 3º Ciclo e Secundário, a nível nacional: uma exposição sobre a vida e obra de Darwin, que contou com o apoio mecenático e exclusivo da Vodafone-Yorn.

Cartaz da exposição

A exposição Eu Penso (a história de uma ideia), um conjunto de nove painéis que focam os momentos-chave da vida e obra do naturalista britânico, foi elaborada pela Mapa das Ideias, com o apoio de responsáveis pelo projecto Darwin Online da Universidade de Cambridge. O seu conceito inovador – garantindo a sua adaptabilidade a qualquer espaço que as escolas considerassem adequado – aliado à qualidade e rigor científicos dos conteúdos e ao design dos materiais, ditaram o seu sucesso.

Além da exposição, as instituições de ensino que aderiram ao projecto receberam também um filme multimédia, que poderia ser utilizado em sala de aula ou no próprio espaço expositivo.

 

A cada aluno que visitou a exposição, foi distribuído um desdobrável de apoio, no qual se encontrava integrado um cartão Yorn com acesso a comunicações gratuitas.

Para potenciar o envolvimento da comunidade escolar, preparou-se ainda um roteiro pedagógico, com informação e propostas de actividades pedagógicas transdisciplinares, destinado aos docentes 3.º Ciclo do Ensino Básico e ao Ensino Secundário.

O sucesso deste projecto revelou-se, num primeiro momento, na dispersão geográfica alcançada entre as 300 escolas aderentes. Instituições de ensino, de Norte a Sul do país, receberam o seu kit educativo – inteiramente gratuito e enviado através dos CTT – permitindo que mais de cento e vinte mil alunos pudessem visitar a exposição.

Darwin na Escola provou, portanto, ser uma exposição adaptável aos diferentes espaços escolares, cumprindo-se o critério pretendido de versatilidade.

1 comentário em “Darwin na Escola

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.